1 de jul de 2009

Por hora

A faca, o pulso, o sangue.
Não detenho, não reprimo, é pra doer!

[o que não se vê eu não devo escrever]

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito forte tudo isso...