27 de ago de 2011

Não há necessidade de coleira.


Não?
Não... e não.
E...
Não há!
Ah..
Não dá.
Não vá.
Não há necessidade.





Nenhum comentário: