4 de abr de 2012

Minha amiga

Com suas mãos amarradas, precisava de uma mãozinha
E foi com generosidade que a ajudei usando não só uma,
e sim minhas duas mãos para empurrá-la rio adentro
Ela mergulhou com peixinhos e lá ficou, de mão (utilmente) atadas.

Nenhum comentário: