4 de ago de 2009

Nos pintei


Depois de tanto torturar
Querer ter e só poder esperar
Na incerteza do eterno ou não dá
Há três dias que sou sua, és meu,
E nada irá nos separar.

Eu te amo, meu bem!
E é maravilhosa a sensação
De dizer-lhe isso e ouvir também
Melhor eu qualquer carta, poema ou canção.
Sabes eu estou abobalhada de ter no real
a antes impossível paixão.

Antes zanguei, me afastei e até data marquei
Oh, Deus, como eu tentei!
Procurei em tudo o melhor final
Sem querer dor nem nenhum mal
Perdão a quem de alguma forma machuquei...
Também tentastes , eu sei!

Do nosso curto passado
Não pensemos no certo ou no errado
e o tempo que talvez tivesse demorado,
No futuro esta acumulado para passarmos juntos
Amor e saudades, crescendo, lado a lado.

Um comentário:

Rodrigo Nazca disse...

saudade que faz o amor crescer, amor que faz a saudade aumentar...