17 de out de 2009

Preposições


L. Fernandes diz:
... triste
M. diz:
Por quê?
O que aconteceu?

L. Fernandes diz:
Sei não.
Nada!

M. diz:
É, já estive assim.
Mas hoje acordei com um peso na consciência.

L. Fernandes diz:
Porquê?

M. diz:
Não sei também.

L. Fernandes diz:
Talvez seja a ordem das coisas...
ou a desordem.

M. diz:
É... quem sabe.